Podcast #04 — Flip, Bienal e Mercado Editorial

Metade desse podcast esteve na Flip e, além de falar o que rolou na festa, ainda demos pitaco nas proporções entre Flip e Bienal do Livro e caímos dentro do mercado que gira em torno da literatura enquanto tentamos bolar maneiras de fazer muita grana ano que vem e sair da penúria. Se você não ouviu, a hora é agora:

Por

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), que aconteceu de 25 a 29 de julho, foi uma experiência diferente das demais edições e alavancou uma série de questões acerca da estrutura de eventos literários que permeiam, comumente, o imaginário dos leitores comuns — nosso caso.

Afinal, como curtir uma festa literária?

Decidimos, portanto, destrinchar um pouco do que foi a Flip 2018 pelos olhos do Caio Lima, que mora em Paraty e conhece bem a festa. Alternativas, mudanças com a nova curadoria, repercussão, qualidade literária, curiosidades, intrigas e fofocas bafônicas foram os pontos iniciais do que se estendeu até a Bienal do Livro desse ano, que rolou em São Paulo, de 03 a 12/08, e é, provavelmente, o maior evento do mercado editorial no país, mas tem aura diversa à Flip.

Desde aspectos geográficos até o próprio ideal dos eventos, ambos estão em polos opostos que podem, sim, ser complementares e incentivar o público já leitor a participar ativamente dos circuitos e eventos, como a ideia de serem atrativos para a formação de um novo público. Basta serem bem trabalhados, é claro. Mas é importante ressaltar que os perfis dos eventos vem ganhando espaço continuamente e o fomento às festas literárias e feiras que celebram o objeto livro serão cada vez mais pulverizados pelo país.

Claro que tudo tem de parar no assunto que mais adoramos falar por aqui: o mercado editorial. A alusão aos eventos, responsáveis pela reunião de todos os públicos que consomem livros e/ou literatura — como quiserem definir — , é uma porta aberta para analisarmos movimentações recentes e tendências já praticadas ou que, em breve, estarão ditando os novos — e cada vez mais rápidos — rumos do mercado para nós leitores.

Muita Hilda Hilst, poesia, Flip, Bienal — e sucessivas tentativas de enriquecer rápido. Peguem as referências, dicas e demais coisas aqui embaixo e aguardem o próximo episódio, certo? Certo!

Sobre a Flip:

Sobre Hilda Hilst e poesia:

Sobre a Bienal do Livro:

Sobre mercado editorial:

Recomendações:

O Poderoso Resumão

· Blog
· Instagram
· Twitter
· Facebook

Rede de Intrigas

· Blog
· Medium
· Instagram
· Facebook

Para falar com a gente, enviar sugestões, reclamações ou desabafar as derrotas que a vida te proporciona, mande um e-mail para redepoderosadeintrigas@gmail.com